diumenge, 23 de novembre de 2008

Medo de escuro



Tem dias que a gente acorda com medo do escuro
Tem dias que a gente dorme sente-se inseguro
Então quando a gente acorda e acende a luz pra ver
Percebo que já tenho tudo e só falta você
A cor do mar, o céu azul e o vento lá sopra pro sul
E a cor da areia se confunde com seu corpo nú


Falamansa

3 comentaris:

Anònim ha dit...

Ara que m'hi reposo, pareu?

Anònim ha dit...

d'ente ven quela musica ??? Portugal ? Qu'es bon !! Coneissia pas.

carme ha dit...

Es portugués, mas del brasil. Ieu aimi plan!